Venda de veículos importados cresce 10,3% em julho

As vendas de veículos importados em julho tiveram um aumento de 10,3% em relação ao mês anterior, quando foram licenciadas 2.676 unidades.

Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa) as 2.952 unidades vendidas em julho último porém, registram uma queda de 4,8% em relação a julho de 2018, quando foram comercializadas 3.101 unidades.

O desempenho positivo de 10,3% em julho último fez com que o resultado do acumulado dos primeiros sete meses do ano também melhorasse. A queda agora é de 8,9% contra 9,6% do primeiro semestre. Embora o setor tenha anotado tendência de alta, a estimativa de vendas para o ano será mantida em 40 mil unidades.

Em compensação, as quatro montadoras associadas à entidade que produzem veículos localmente mantêm taxa de crescimento de 44%, passando de 11.929 unidades licenciadas nos primeiros meses de 2018 para 17.180 unidades em igual período deste ano.

Gandini, presidente da Abeifa

“De alguma forma, o setor de importados acompanhou o desempenho do mercado interno total de veículos automotores em julho. Além de algumas associadas terem recuperado vendas mensais, em julho tivemos 23 dias úteis conta 19 dias em junho”, analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

No segmento de importados, as cinco marcas que mais venderam, em julho, foram a Kia Motors (812 unidades / +35,8%), Volvo (634 / +1,8%), BMW (360 / -26,2%), Land Rover (337 / +47,8%), e Porsche (224 / +40,9%).

Participações

Em julho último, ao considerar somente os veículos importados por associadas à entidade – total de 2.952 unidades -, o setor significou marketshare de 1,27%. Com 5.605 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de 2,41% do mercado total de autos e comerciais leves (232.243 unidades).

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta