A era da logística 4.0

logística 4.0

Se a indústria está no limiar do conceito 4.0, a logística também dá saltos tecnológicos para acompanhar a evolução da sociedade e se integrar neste conceito. Internet da Coisas (IOT), realidade aumentada, robotização e RFID já vem sendo praticados em vários níveis da cadeia de logística no Brasil, apesar da crise econômica que arrefeceu a movimentação de riquezas nos últimos três anos.

Mas, com o panorama é de recuperação, as empresas investem para estarem preparadas para uma arrancada. A Intermodal é a vitrina onde todas as grandes empresas expõem suas tecnologias e expertises para o mercado.

A TOTVS lança a Plataforma Logística, que promove a colaboração entre diferentes sistemas especialistas para levar inteligência estratégica e otimização das ações a todas as etapas da atividade logística. A expectativa é que o uso da Plataforma, além de reduzir o tempo gasto com as rotinas operacionais em até 30%, também viabilize uma melhora de até 30% na eficiência do processo logístico como um todo.

Isso se explica porque a TOTVS uniu suas soluções para o setor – Cockpit Logístico, WMS (Warehouse Management System), TMS (Transportation Management System), GFE (Gestão de Frete Embarcador) e software de gestão (ERP) – em uma plataforma totalmente integrada, que garante fluidez na troca de informações e elimina a repetição de tarefas, normalmente feitas, individualmente, em todos os sistemas. O conhecimento é passado adiante e o que cada tecnologia tem de melhor é aproveitado em cadeia por todas as etapas do processo, aproximando as empresas do conceito de Logística 4.0.

“Criamos sinergia entre as tecnologias para potencializá-las e, com isso, atender às mais importantes necessidades logísticas no controle e gestão da operação, do momento zero à entrega fiscal. Por meio de uma Plataforma inovadora como esta, as empresas podem colocar em prática o conceito de Logística 4.0 para reduzir custos, aumentar a sua produtividade e ganhar agilidade e eficiência para os seus negócios”, explica Angela Gheller Telles, diretora dos Segmentos de Manufatura e Logística da TOTVS.

Na intermodal, a Smartchains, startup especialista em redes de blockchain, demonstrará seu conhecimento sobre redes, públicas e privadas, de blockchain e como essa tecnologia pode otimizar os processos no Supply Chain.

“A rede de suprimentos, independentemente do produto final, envolve diversas etapas e diferentes fornecedores. As informações que precisam ser acompanhadas e as fontes desses dados são as mais diversas nesse mercado e é aí que entra a blockchain”, afirma Bernardo Madeira, co-fundador da Smartchains.

De acordo com ele, a tecnologia garante a segurança de todos os processos. A informação armazenada se torna imutável a partir do momento em que ela está nessa rede. “Um frigorífico, por exemplo, pode ter certeza de que a carne do seu fornecedor é de qualidade ao rastrear sua informação com blockchain”, explica.

Já a Senior, por exemplo, especializada em tecnologia para gestão a operadores logísticos e transportadoras, apresenta sua plataforma para gestão de Armazenagem|WMS, Transportes|TMS, Frotas|FMS, Fretes e FIS, Roteirização e Monitoramento| RMS.

Um dos destaques é a solução Picking by Voice Mobile, finalista do IBM Beacon Awards de 2018, que permite que o dispositivo “fale” com o colaborador, indicando endereços, produtos e quantidades para a coleta. A utilização desta tecnologia otimiza todo o processo e deixa os operadores com as mãos livres, reduzindo possíveis erros e aumentando a produtividade em até 25%.

“O nosso WMS é voltado para gestão de todo o processo logístico e atua desde a entrada de matérias‐primas até a expedição dos produtos finalizados, gerenciando os equipamentos de movimentação, a equipe operacional, a distribuição das atividades e a requisição dos recursos produtivos, dando ritmo às operações e monitorando a execução das tarefas”, afirma Marcelo Franco, diretor de Logística WMS da Senior.

Segurança

Em tempos difíceis, a segurança também é um fator de preocupação no Brasil. Por isso, a IBL Logística apresenta a mais avançada solução da sua nova empresa para transporte de cargas de alto valor agregado, com padrão de segurança avançado.

A empresa vai mostrar também na Intermodal soluções alinhadas com as tendências do segmento, como outsourcing de logística, já adotado pelo governo de São Paulo, e a mais completa e equipada cadeia de frio para fármacos e insumos hospitalares, com todos os requisitos para atender a rede pública de saúde e grandes laboratórios farmacêuticos.

Já a IACIT, empresa brasileira com atuação no desenvolvimento de produtos e serviços de alta tecnologia e que também atua nos setores de defesa e segurança, irá levar para a Intermodal 2018 a solução de proteção contra ameaças de drones, o DRONEBlocker. O sistema é ideal para ser implantado em complexos industriais e locais estratégicos para segurança, evitando que informações sigilosas e rotinas empresariais sejam alvos de espionagem.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta